Powered By:
Android Advice

Diário de Solteiro

Fomos parar num Swing…

Publicado por vivianemclean em 27 abril, 2009 às 12:10 am | 36 comentários

Tags: , , ,

Formagio e eu fomos convidados por um casal de amigos a ir à festa de aniversário deles. Segundo eles, seria numa balada, com música legal, lugar pra bater papo, com dançarinos e tudo mais. “Um lugar diferente”.

Logo na entrada ficamos meio encucados imaginando se era mesmo ali. Era um casarão de muros altos onde não se ouvia som algum. Pra balada/barzinho, a rua e a entrada estavam calmas demais pro nosso gosto, mas era lá mesmo, o tal de Casablanca (acho que os nossos amigos esqueceram de nos dizer o primeiro nome do local e o próprio local esqueceu de por isso ao lado do segundo nome na fachada).

Entramos numa porta comum, e logo avistamos a recepção. Lugar chiquetoso, ambiente legal, inclusive pela decoração de ótimo gosto e seguranças armários. Moças bonitas na recepção, que perguntaram o “nome do casal” e qual pulseira queríamos colocar – era umas pulseiras fluorescentes que pela cor, indicava o porquê você estava ali, ou seja, se estávamos ali apenas para “olhar”, se estavamos ali para “flertar” e ver o que acontecia ou se gostariamos de “brincar para valer” . Dei uma olhada em volta e tudo começou a se encaixar, até o estilo dos quadros tinha MUITO a ver: estávamos num swing.

Já não éramos nada quadrados e já que estávamos no inferno mesmo, resolvemos abraçar o capeta numa boa e depois de passar por mais um segurança, entramos. Olhamos em volta e era mesmo uma balada, com música legal, tinha telão passando clip, sofás com mesas pro pessoal conversar, barzinho… A única diferença é que tinha um palco no centro, com pole dance onde o pessoal estava dançando e mulheres dançando no balcão do bar com roupas curtas, ou só de calcinha e sutiã, ou só de saia e mais nada.

Pra quem não sabe, isso é um pole dance:

Por volta das 23:30hs o DJ parou o som pra poder anunciar as atrações da noite, que eram os striper. Uma mulher LINDA e como se não bastasse, exemplo de gostosura entra no palco e dá um show. O pole dance parecia brinquedo no corpo dela. Os casais mais acostumados com o clima do lugar era os que ficavam mais próximos do palco e dela. Ela tirou um dos caras dos braços da mulher dele pra dançar. Ousada é pouco. Além de dançar, ela se esfregava nele, tirava a roupa dele. Ela então largou o cara no chão todo estirado e pegou uma mulher. Caras…vocês queriam estar no nosso lugar nessa hora.

Depois da striper gostosa, entrou um cara que não era muito bonito de rosto, mas tinha um corpo de dar inveja a qualquer um. Tatuado e forte, ele pegava uma mulher com um braço só e dançava no pole dance com ela. Ambos pareciam brinquedo na mão dele também. A mulher que ele pegou pra dançar era ousada e bem safada, o que fez a coisa ficar bem interativa e quente. Ele não ficou 100% nu. Injustiça! (graças a Deus, ah sim aqui é o Formagio)

Depois que os stripers foram embora, vimos que a parte de baladas ficou vazia. Duas pequenas portas davam entrada pra parte mais quente da casa e lógico que fomos lá ver como era, afinal, ir num swing e não saber o que tem “por debaixo dos panos” é sacanagem (ou não) :p

Entrando numa dessas portas, vimos várias salas, pra todo tipo de intenção, gosto, perversão, ousadia, enfim…vamos “por partes”:

  • Umas das coisas que tinha em todas as áreas e salas (ou pelo menos a grande maioria) eram sofás que pegavam a parede toda e camas enormes, tudo de couro preto ou bege;
  • Uma área possuía vários quartos, com camas redondas enormes. Tinha porta, mas com buraquinhos minúsculos pra você ser observado;
  • Havia uma ala com sofá imenso, onde cada um fazia seu serviço ali com seu par (ou mais gente) fazendo de conta que não tinha ninguém ali além deles;
  • Outra sala minúscula tinha uma espécie de banco/poltrona, onde com certeza não tinha muito conforto e você tinha ou que ficar em pé, ou sentado. Na porta, mais buraquinhos pra você ser observado e buracos pra quem estava do lado de fora por a mão e poder tocar o casal lá dentro;
  • Tinha uma área com um estofado e cortinas tipo véu, pra que as pessoas pudessem observar o casal;
  • Na sala da cadeira erótica, havia mais sofás e uma parede toda de vidro onde dava pra ver o que estava rolando lá dentro;
  • Em outra sala, com sofá enorme e vidro, nós víamos tudo o que estava rolando lá na parte de balada, mas ninguém via o que estava rolando lá dentro. O objetivo desse ambiente é você achar que está sendo observado transando num lugar público;
  • Num ambiente extremamente escuro, com cama, o casal ficava com mais liberdade por não ter como outros observarem, aliás, só reparamos que tinha aquele lugar porque somos bem observadores :D
  • E por fim, havia uma área onde tinha mais camas imensas e sofás pegando todas as paredes, onde os casais tocavam outros, faziam troca, o que quiserem, enfim, surubão MESMO.

Nossas observações gerais:

Quem ainda não foi a um swing, quando ouve algo a respeito logo pensa que é a coisa mais pervertida e safada do planeta – não que fosse ruim pra nós, mas achávamos isso também – e jura de pé junto que NUNCA vai a tal lugar, principalmente porque não gosta de dividir seu parceiro (a) com outra (o), mas não é NADA disso.

Quando você vai pra parte de swing, você faz o que te der na telha, ou você pode muito bem ir apenas pra conhecer e ver como você se sente no local. Não é porque você está indo lá que você vai fazer troca de casal, que você tem que transar com os outros olhando (pra isso tem salas mais reservadas), ou que você tem que deixar ser tocado por outra pessoa. Se alguém te tocar em qualquer lugar que seja, é só tirar a mão da pessoa de você que ela já saca que você não quer e não insiste. As pessoas que vão nesses lugares respeitam MUITO um ao outro. Sem contar esses dias em que rolam pulseirinhas que indicam o que você foi fazer lá, de longe a pessoa já vê, então, melhor ainda, se você não quiser aproximação pra algo além de bate-papo, tranquilo.

O legal é que tudo fica separado da balala/barzinho e se você quiser ir dar uma olhada antes do pessoal começar a ir pra lá, você pode numa boa (tem gente que não se sente a vontade de ver outros casais transando ao vivo na sua frente ou que seu par veja).

Uma coisa que eu achei legal também é que ingresso pra homem sozinho é o olho do c*, coisa de R$250,00 pra cima. Pra mulher é mais em conta mas também não é algo barato e isso faz manter um nível legal no local. Casal sai em média R$80,00 dependendo do dia e das atrações que terá.

Eu gostei da minha experiência no swing e iria várias outras vezes. Experimentem ir qualquer dia pra vocês verem…é bem legal.

E não, esse não foi um post pago ;)

Grande beijo de

Viviane Mclean (@vivianemclean) e Alexandre Formagio (@formagio)

Related Posts with Thumbnails

Comentários do Post

  1. Sabiá comentou no dia 27/abr/2009 às 9:33 am

    Tudo muito bonito, muito sensual mas fica a pergunta: Qual foi a pulserinha que vocês pegaram?!

  2. Loirinha comentou no dia 27/abr/2009 às 10:02 am

    [qual foi a pulseirinha que vcs pegaram?] 2
    kkkkkkkk
    Legal o post, recheado de informações bacanas e fáceis de serem absorvidas. Eu confesso que nunca fui, e por puro preconceito nem tenho vontade de ir, mas quem sabe agora…
    Beijo !

  3. Alexandre Formagio comentou no dia 27/abr/2009 às 10:10 am

    Eu peguei a pulseirinha rosa, ficou um LUXO :D

  4. Rose comentou no dia 27/abr/2009 às 10:18 am

    Podemos concluir pelo comentário que Alexandre se mostrou disponível a relações homossexuais no swing.

  5. Nathália* comentou no dia 27/abr/2009 às 10:23 am

    [qual foi a pulseirinha que vcs pegaram?] 3 Foi a primeira coisa que pensei ao ler o post!!!
    @Rose, adorei a conclusão!!! É isso mesmo Alexandre?

  6. Alexandre Formagio comentou no dia 27/abr/2009 às 10:38 am

    Sem dúvidas HAHAHAHAHAHA

    Mas a pulserinha e o que aprontamos pode ficar para um próximo post :P

  7. Will comentou no dia 27/abr/2009 às 10:40 am

    Ahhh peraii não valee.. vocês não contaram nem 50% da históriaa… qual a cor da pulseira.. e o que quiseram dizer com o termo “abraçar o capeta” … kkkk conta aê… kkkk
    abraços

  8. Alexandre Formagio comentou no dia 27/abr/2009 às 10:55 am

    O termo abraçar o capeta, é no sentido de “pow já entramos, vamos voltar pra casa?”, ai resolvemos ficar :D

  9. Leandro Duarte comentou no dia 27/abr/2009 às 11:17 am

    eu, também, gostaria de, saber qual, a cor que, vcs pegaram de pulseira;

    Eu tenho mó curiosidade de entrar num lugar desses, mas ainda não encontrei nenhuma moçoila disposta a me acompanhar, sozinho, alem de ser caro, dá a impressão de que você é um egoistinha que só quer compartilhar o lanchinho dos outros … hehehe

  10. Carolina Diniz comentou no dia 27/abr/2009 às 11:31 am

    HAhahahahaha…todo mundo querendo saber a cor da pulseira…isso aih…hahahahahahaha…

    Beijos

  11. Ricardo comentou no dia 27/abr/2009 às 11:51 am

    @Leandro Duarte: Oras, é só fazer o que 57,6352% dos frequentadores dessas casas fazem: contratam a acompanhante.

    Claro que isso não resolve o seu problema financeiro, mas pelo menos não vai passar por egoista.

    PS: Lembre-se que 85,534% das estatísticas encontradas na Internet são inventadas. Inclusive.

  12. Leandro Duarte comentou no dia 27/abr/2009 às 1:09 pm

    @Ricardo, tendo em vista meus problemas financeiros eu não sei o que é pior, ser o egoistinha ou o amigo probretão que leva cerveja Cristal ou Gacial, enquanto os amigos levam Bohemia ou Original pro Churrasco…

    Portanto se alguma moça quiser compartilhar a experiência supracitada (#reformaortografica) em minha companhia, aceito inscrições, com foto. É óbvio que ninguém vai se inscrever então, alguém conhece um serviço de acompanhante baratinho cujas “primas” tenham todos os dentes?

  13. Alexandre Formagio comentou no dia 27/abr/2009 às 1:14 pm

    http://www.mclass.com.br
    #comentáriopagoounão

  14. Nath Valverde comentou no dia 27/abr/2009 às 1:50 pm

    Isso me fez lembrar das famosas festas no motel!
    Ótimo post Vi =)

  15. Dani comentou no dia 27/abr/2009 às 2:27 pm

    aHHH, eu quero muito ir, mas meu namorados prometem e nunca levam. Ai dois amigos tbm me chamaram, mas to esperando.
    Esse é em Sampa ? Pq sou do rio …

  16. Camila comentou no dia 27/abr/2009 às 2:33 pm

    Ahaha, demais! Tenho muita curiosidade em ir com meu namorado! Deve ser bem legal. Queria ir num puteiro também só pra ver como é rs

  17. Sexy Help Desk comentou no dia 27/abr/2009 às 4:08 pm

    Oi Vivi. O Poste foi ótimo para dar uma idéia de como é uma casa de swing! Nunca fui em uma e tenho curiosidade de ir e participar (nao só observar). Mas me diz uma coisa que não ficou clara no poste, vc acabou participando ou ficou só na observação? Hehehe… Bjão do SHD…

    Alberto do Sexy Help Desk publicou um post sobre.. O sexo com gordinhas

  18. Sexy Help Desk comentou no dia 27/abr/2009 às 4:10 pm

    Oi Vivi… O Poste foi ótimo para dar uma idéia de como é uma casa de swing! Nunca fui em uma e tenho curiosidade de ir e participar (nao só observar). Mas me diz uma coisa que não ficou clara no poste, vc acabou participando ou ficou só na observação? Hehehe… Bjão do SHD…

    Alberto do Sexy Help Desk publicou um post sobre.. O sexo com gordinhas

  19. Sexy Help Desk comentou no dia 27/abr/2009 às 4:11 pm

    Desculpa Vivi.. mandei duas vezes… pode apagar uma delas? Brigadu…

  20. Nathália* comentou no dia 27/abr/2009 às 4:19 pm

    Eu também tenho curiosidade de conhecer, mas meus ex namorados eram do tipo “adoro mulher safada, mas minha namorada tem que ser santa”. Ou seja: toda vez que eu falava em coisas desse tipo ouvia que eu não tinha vergonha na cara.

    Aliás fica a SUGESTÃO PARA OS MENINOS DO DdS: Que tal um post explicando o porque de vcs curtirem lingeries safadas, unhas vermelhas, sexo com adrenalina, roupa provocante… na mulher dos outros e não na de vcs??

  21. vivianemclean comentou no dia 27/abr/2009 às 6:26 pm

    Pra quem quer saber qual puseirinha usamos, fica pra um próximo post como o Formagio já disse =P

    Loirinha: Pois vá e você mudará seus conceitos! Claro que você tem que escolher um bom lugar pra ir. Por sorte caimos numa das melhores casas de swing de SP, mas nem todos os lugares são bons.

    Formagio/Rose: HAHAHAHAHAHAHAAHA nossa, ri muito.

    Leandro Duarte: Na verdade é foda de você ir nesse tipo de lugar sozinho e sem conhecer ninguém. Se você for sozinho conhecendo uma galera, daí são outros 500.

    Ricardo: É uma opção, também.

    Leandro Duarte: #morrideriragora HAHAHAHAHAHAHA

    Nath Valverde: Faça um post sobre \o///

    Dani: Pega um deles um dia e arrasta pelo braço se eles ficarem enrolando, ou então, mostre o post pra eles, pode ser preconceito de achar que o lugar é uma coisa quando na verdade é outra essa enrolação toda deles. Sim, é em SP.

    Camila: Eu também queria ir num puteiro qualquer hora pra ver qual que é. Deve ser muito foda (tirando o fato de que homens que estão lá, muito provavelmente vai achar que sou uma delas por não ser um lugar tão apropriado pra mulher…hahaha…)

    Sexy Help Desk: Fiquei só com o Formagio, mas observamos, até pra conhecermos e tal (daí que veio a descrição das salas =D)

    Nathália*: Que tosco isso da parte deles. Quem perde são eles, principalmente no dia que você arrumar um namorado que quer curtir coisas diferentes contigo =)

  22. Glaucio Henrique comentou no dia 27/abr/2009 às 9:28 pm

    Mas que putaria é essa??? hauhauhaua
    ótimo post…

  23. Felipe Gomes comentou no dia 28/abr/2009 às 12:01 am

    Mas que putaria é essa??? [2]

  24. Dani Antunes comentou no dia 28/abr/2009 às 1:00 pm

    ah, cara… sério mesmo. eu não sei se entraria não.
    se bem que do jeito que eu sou curiosa…rss

    =P

    bacana o post! :)

  25. Isa e Hugo comentou no dia 29/abr/2009 às 8:47 pm

    Opa, quem disse a vcs que basta tirar a mão que a pessoa pára de insistir? Tem gente que insiste mesmo e só se manca quando se faz cara feia! Não se iludam, ali tem de tudo! Tem até casal que faz proposta contrária ao que vc já disse que não curte! São os que não têm ética. Bjs e abs.

  26. vivianemclean comentou no dia 29/abr/2009 às 9:59 pm

    Isa e Hugo: Bom, eu disse por experiência própria. Não sei como é em outras casas de swing, ou se vocês estão falando do próprio Casablanca, mas lá o pessoal nos respeitou muito, mesmo ali tendo “de tudo” também. Mas é fato que sempre tem alguém pra desordenar as coisas, o que é bem chato, mas fazer o que? Beijinhos.

  27. Zac e Zoé comentou no dia 29/abr/2009 às 11:33 pm

    Como Isa e Hugo falaram, tem de td sim. Mas se derem sorte de não ir ninguém pra bagunçar, o lugar for legal, as pessoas educadas (quer estejam acompanhadas com amigos, garota(o)s, ou com seus parceiros reais), e tendo onde beber, dançar e transar (pra quem queira e como queira) com conforto e qualidade, é muito mais legal e tranquilo do q quem não conhece pinta.

  28. Zac e Zoé comentou no dia 29/abr/2009 às 11:33 pm

    As garotas (ou garotos) mencionados anteriormente são de programa msm. E não é programa de computador.

  29. Phanton e Luna comentou no dia 30/abr/2009 às 1:32 am

    Viviane e Alexandre vocês realmente são ótimos observadores. Uma coisa que aqueles que se aprofundam nesse universo com a mente liberta podem perceber é que existe uma linha extremamente bem construída que divide e norteia esse universo liberal. Em seu alicerce: cumplicidade, afetividade, respeito, amizade e claro muita sensualidade e erotismo. Mas gozar desses prazeres em sua plenitude quase “nirvânica” está além dos olhares mais simplistas, curiosos, de casais arranjados com GPs. É bom o que se mostra, mas é ótimo o que se desvenda! Sintam-se convidados a atravessar a linha. Vocês são ótimos!

  30. Viviane Mclean comentou no dia 30/abr/2009 às 9:14 am

    Zac e Zoé: Exatamente…

    Phanton e Luna: Concordo! Obrigada ^^

  31. Sérgio comentou no dia 30/abr/2009 às 11:24 am

    Viviane, já que voltaria ao swing, eu teria o maior prazer (não poderia ser diferente, né?) em leva-la. Para onde mando meu currículo com foto(s)? Só tem um porém: sem pulseirinhas, a gente descobre o que quer, com quem quer e se não quer, na hora, tá?
    Beijos tântricos

  32. Joao comentou no dia 11/mai/2009 às 7:40 am

    uhm…Já to pensando em ir ,já que o Formagio ta afin de algo GAY!
    kkk Brinkadeira! adorei!
    legal o post,mas é claro que se eu fosse eu ia pra fazer sexo msm!uê!
    adorei o post.

  33. carlos teixeira de moura comentou no dia 30/jul/2009 às 12:43 am

    não existe coisa mais gostosa do que entrar nesse universo,só que tem que se ter muita cumplicidade,respeito pelo desejo do outro,senão a coisa pode não ser o que se espera,não pode rolar ciumes babacas,porque a coisa pode esquentar e não se tem tempo para pensar,porque ali impera o sentido do desejo,e aflora na hora,com ou sem permissão do parceiro ou parceira,alguem deve saber o que estou falando,até melhora o relacionamento do casal,para quem tem cabeça,o resto é babaquice.

  34. Hotclass comentou no dia 27/jul/2010 às 12:11 am

    Adorei! voltarei sempre!

  35. Amanda Sabatiny comentou no dia 22/dez/2011 às 8:20 pm

    11 7619-3095 / 11 6691-1465
    Oi, sou Amanda. Uma bela acompanhante sem nenhuma comparação.
    Sou uma fera insaciavel, muito linda, sensual e cheia de curvas. Me ligue e agende uma visita bjs
    Visite meu Site: http://www.amandasabatiny.com.br veja minhas fotos e videos.

  36. Casal Swing da Capital Paulista comentou no dia 18/set/2012 às 7:01 pm

    E para quem esta começando no swing e precisa saber mais sobre o movimento liberal e trocar idéias com demais Casais Liberais, temos perfil no Sitre: Comunidade Liberal Interativa : http://www.portalbl.com – Nosso nome de Usuario é : Casal Menage.
    Bjs.

Faça seu comentário





Assine o Feed do Diário de Solteiro

Quer receber as atualizações do Diário de Solteiro? Basta assinar nosso feed. Você pode receber as atualizações em seu leitor de feeds favorito (como o GoogleReader) clicando aqui ou pode inscrever seu e-mail abaixo e receber as novidades direto em seu e-mail diariamente!

Onde estamos

O Diário de Solteiro tem conteúdo espalhado por várias redes sociais. Participe conosco e faça as comunidades crescerem!

Últimos posts


© 2008-2011 Diário de Solteiro - Todos os direitos reservados